Franquias nacionais que precisam ser revitalizadas

Hollywood tem feito um grande esforço para demonstrar que o mundo não precisa de ideias novas. Você pode consumir a mesma porcaria durante décadas a fio, desde que o enfoque vá mudando um pouquinho de tempos em tempos.

E o fato é que não precisamos de ideias novas por aqui também. O Brasil tem um vasto acerto de projetos já realizados que podem continuar nutrindo nossos momentos de ócio de maneira plenamente satisfatória, como veremos a seguir.

Armação Ilimitada
Como era: os surfistas Juba e Lula tem um relacionamento de livre amor com Zelda Scott e ainda adotam o jovem mendigo Bacana.

Enfoque para o século 21: Juba largou o mercado financeiro para viver das ondas que o mar dá. Muda-se para Garopaba, onde encontra o casal Lula e Zelda, que possuem um labrador chamado Bacana. Juba se apaixona por Zelda quando descobrimos que Lula, além de surfista e corno, é um agente infiltrado do DENARC. Juntos viverão grandes aventuras consumindo boa parte da droga que Lula apreende na região.

Elenco: 
armação

Os Normais
Como era: casal de neuróticos vivendo as agruras da vida moderna.

Enfoque para o século 21: ainda será sobre um casal de neuróticos vivendo as agruras da vida moderna. Mas agora é a vida verdadeiramente moderna. O título “Os Normais” serve como manifesto da aceitação das condições socio-sexuais do ser humano neste novo século. Rui é homem que se veste de mulher. Vani é mulher que nasceu homem. Estão noivos e o piloto será sobre a dificuldade que terão de enfrentar para adotar um cachorro: afinal, eles preferem pugs ou frenchies?

Elenco:
normais

Mundo da Lua
Como era: garoto com déficit de atenção usava a imaginação para fugir de uma realidade entediante.

Enfoque para o século 21: Lucas Silva e Silva não tem mais o antigo gravador de voz que ostentava na série original. Agora ele é o vlogger mais famoso da cidade. É no Youtube que o jovem mancebo fica destilando suas opiniões infantis e imaturas sobre o mundo que o cerca – ao mesmo tempo em que se aliena daquilo que lhe aflige: problemas na escola, divórcio dos pais e rejeição das garotas.

Elenco:
mundodalua

Trapalhões
Como era: esquetes humorísticas em torno de 4 tipos bem definidos: o malandrão que se dá bem em cima dos outros, o galã trouxa, o afeminado e o alcoolatra.

Enfoque para o século 21: uma série de blockbusters começando com filmes solo de cada um dos integrantes: Didi Begins, Dedé Santana de Elite, Precisamos Falar Sobre Zacarias e Mussum e o Forévis Filosofal. A fase 1 do projeto culmina no filme-evento “Os Trapalhões”, quando os heróis se reúnem em torno de um inimigo comum, o temível Sargento Pincel e sua maquiavélica assistente Vera Verão.

Elenco:
TRAPA

Seu Boneco
Como era: mendigo carismático da Escolinha do Professor Raimundo, cunhou bordões que marcaram uma geração. Teve um seriado na extinta TV Manchete, livremente baseado nas aventuras do Chaves.

Enfoque para o século 21: um homem amargurado, à margem da sociedade, é salvo pelo professor de uma escola pública das redondezas. Um drama sobre o quanto somos meros joguetes – “bonecos” – desse sistema escroto que rege nossas vidas.

Elenco:
BONECO

Voltamos a qualquer momento com outras sugestões para salvar a indústria do entretenimento brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s