Mulheres possíveis: sugestões de TRIP Girls

Como diria Oscar Maroni, “falar é fácil, difícil é ser eu”. Cometi recentemente a indelicadeza de abrir o coração em relação aos rumos que a minha querida Trip tomou nos últimos anos. Continuo gostando da revista como se fosse da família. E é por isso mesmo que me ressenti por ter sido pouco propositivo em meu texto anterior. Um dos pontos que levantei foi a falta de … Continuar lendo Mulheres possíveis: sugestões de TRIP Girls

Falemos sobre a Revista TRIP

Lembro com carinho das primeiras revistas Trip que comprei há uns 15 anos. Carol Abranches foi minha primeira capa, a segunda foi Fernanda Lima. Comprava de vez em quando, motivado pela Trip Girl da ocasião ou pela seleção do CD que vinha encartado. Até que fui sendo cativado também pelas outras atrações da revista. As colunas do Carlos Nader, as belas pautas, os entrevistados nem sempre lúcidos. Fui percebendo que a … Continuar lendo Falemos sobre a Revista TRIP

A falácia da sensualidade de Marina Ruy Barbosa na GQ

Outubro era pra ter sido o maior mês de todos os tempos nas bancas de jornais deste país. A revista masculina GQ fez festa e deixou a internet em polvorosa com a seguinte promessa: O evento era digno da comoção.  Foi-se a época em que o cidadão trabalhador tinha a oportunidade de ver com pouca roupa as grandes musas deste país justamente no momento em que elas estão em maior evidência. Hoje … Continuar lendo A falácia da sensualidade de Marina Ruy Barbosa na GQ